25.6 C
Brasil
domingo, setembro 19, 2021
Início Brasil Agressões e posições contra ciência que levam à morte não são liberdade...

Agressões e posições contra ciência que levam à morte não são liberdade de expressão, diz Barroso

Agressões e posições anticientíficas que levam à morte não são liberdade de expressão. Essa é a avaliação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso. Para ele, é preciso pacificar o Brasil contra o ódio. Barroso afirma que a democracia tem espaço para todos — menos, na opinião dele, para disseminação do ódio, difusão de mentiras deliberadas e de ataques às instituições. “Nós precisamos virar esse jogo e fazer com que o bem prevaleça sobre o mal. Eu respeito e repito: tem espaço para todas as visões de mundo que não sejam baseadas na violência e na intolerância. E é isso que o TSE defende.” Barroso deu a declaração durante a sessão do plenário do TSE nesta quinta-feira, 19.

A fala ocorreu logo no início dos trabalhos, quando ele cumprimentava o colega, ministro Luís Felipe Salomão, que determinou o bloqueio dos repasses de dinheiro de redes sociais para os canais de internet investigados por propagação de fake news contra o sistema eleitoral. “A mentira deliberada, o ódio, as teorias conspiratórias e a difusão da desinformação incentivando agressão, incentivando posições anticientíficas que levam à morte das pessoas: isso não é neutro. Isso não é protegido pela liberdade de expressão. Isso é crime e nós precisamos enfrentar.” O ministro Luís Roberto Barroso aproveitou a oportunidade para cobrar que o Congresso crie uma legislação estabelecendo direitos e deveres com limites para o que pode ou não ser dito em redes sociais. Na avaliação do ministro, as plataformas tecnológicas precisam cultivar valores que mantenham o tecido social com um mínimo de civilidade e urbanidade numa democracia.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado 

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

‘Ajudei a redigir o documento pacificando as relações entre os Poderes’, diz Michel Temer

O esboço da carta à nação publicada nesta quinta-feira, 9, pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como uma forma de trégua entre os Poderes...

Homem mata colega, joga o corpo na praia, mas guarda o pênis em uma panela

Um homem de 48 anos foi preso pela Polícia Civil na cidade de São Vicente, no litoral de São Paulo, depois de matar um...

Governo anuncia o fim dos bloqueios de caminhoneiros em rodovias federais

O governo anunciou nesta quinta-feira, 9, que não há mais bloqueios de caminhoneiros em rodovias federais. Segundo um boletim divulgado pelo Ministério da Infraestrutura,...