28.1 C
Brasil
sábado, maio 8, 2021
Início Tecnologia EUA pode ter apenas carros elétricos até 2035, aponta levantamento

EUA pode ter apenas carros elétricos até 2035, aponta levantamento

Atualmente, carros elétricos compõem somente 2% da frota vendida anualmente nos Estados Unidos. Por enquanto, muitos modelos desse tipo são mais caros do que suas contrapartes movidas a gasolina ou álcool. Contudo, uma nova pesquisa aponta que, até 2035, todos os novos carros e caminhões vendidos no país podem ser elétricos.

O estudo, realizado pela Universidade da Califórnia em Berkeley, sugere ainda que levará apenas cinco anos para que o custo de carros elétricos caia a ponto de entrar em paridade com veículos que utilizam gasolina. Além disso, eles são mais eficientes e requerem menos manutenção, o que pode significar uma poupança de até 2,7 trilhões de dólares para os motoristas até 2050.

O presidente norte-americano Joe Biden vê nos carros elétricos uma boa forma de somar aos esforços de cortar as emissões de gases de efeito estufa ao longo dos anos. O governo já prometeu instalar meio milhão de estações de carregamento de veículos elétricos dentro da próxima década.

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Pessoas mais velhas são mais polarizadas nas redes sociais

Um novo estudo, conduzido por uma equipe internacional de pesquisadores do Chile, Colômbia, Brasil e Argentina, revelou que internautas mais velhos são os maiores...

Saiba quais os tipos de máscaras faciais e seus benefícios, por Deise Zuqui

A skincare é um dos segmentos que mais evoluiu durante a pandemia. Deise Zuqui, empresária, fashionista e apaixonada por cuidados com a...

Estudo: Olhar para o celular é contagioso

Uma nova pesquisa, coordenada por cientistas da Universidade de Pisa (Itália), sugere que checar o smartphone é uma ação contagiosa, um reflexo parecido com...

Games apostam em acessibilidade para atrair pessoas com deficiências

Há uma admirável jornada iniciada com o game Magnavox Odyssey — o primeiro jogo doméstico da história, lançado em 1972. Desde então, deu-se impressionante...