21.2 C
Brasil
domingo, abril 18, 2021
Início Notícias Marco Antonio Carbonari: O vinho no preparo de receitas

Marco Antonio Carbonari: O vinho no preparo de receitas

Se você acha que o vinho é ótimo apenas para acompanhamento nas refeições, não poderia estar mais enganado. Marco Antonio Carbonari, proprietário da vinícola Villa Santa Maria e especialista em vinhos a quase 20 anos, nos conta hoje como a bebida está presente no preparo de receitas culinárias.

Marco Antonio Carbonari nos informa que, não só há tipos certos de vinhos que podem ser utilizados nesses pratos, como também algumas regras básicas para o uso.

O vinho é capaz de agregar mais valor à gastronomia quando utilizado no preparo do prato, não apenas tornando o alimento mais sofisticado, mas também determinando aroma, acidez, textura e principalmente sabor. Marco Antonio Carbonari conta que geralmente, os vinhos mais utilizados para esse trabalho são os tintos e brancos.

O VINHO BRANCO PARA O PREPARO DE RECEITAS CULINÁRIAS

Marco Antonio Carbonari nos conta que o vinho branco proporciona um melhor cozimento trazendo mais equilíbrio e sabor aos pratos mais refinados. Um exemplo são pratos com vegetais, frutos do mar, pescados, risotos e carnes leves.

O vinho traz uma acidez que combina com o sabor adocicado dos alimentos citados.

O VINHO TINTO PARA O PREPARO DE RECEITAS CULINÁRIAS

O vinho tinto é mais intenso, sendo uma escolha excelente para pratos mais encorpados como carnes pesadas e molhos.

O sabor da bebida ameniza a intensidade dos cortes da proteína, trazendo um sabor muito mais agradável ao paladar.

Já quando o vinho é utilizado em molhos, Marco Antonio Carbonari explica que a bebida colabora para a redução e equilíbrio da acidez.

REGRAS DE USO DO VINHO NA HORA DO PREPARO DE RECEITAS

É claro que, para que essa mistura não se torne um desastre, é preciso saber utilizar o vinho para este fim.

Marco Antonio Carbonari nos conta que, utilizar vinhos de baixa qualidade não é uma opção, já que o objetivo é agregar sabor e qualidade ao prato.

Salienta também que, é imprescindível ficar atento à quantidade de vinho utilizado em cada prato, nunca utilizando uma garrafa inteira. Geralmente o uso está definido apenas em uma taça.

Marco Antonio Carbonari também chama atenção a validade da bebida, o vinho oxidado não é uma opção para o preparo de alimentos.

Por fim, mas não menos importante, é válido lembrar que o vinho precisará de um tempo para que o álcool evapore, e é super necessário que esse tempo seja respeitado, caso contrário todo o sabor será alterado.

Marco Antonio Carbonari convida-os também para uma visita na vinícola Villa Santa Maria. A Bruschetteria é comandada pelo chef Roque de Souza Lima Neto e oferece pratos irresistíveis. Com certeza uma experiência gastronômica exclusiva!

Agende pelo WhatsApp: (12) 9 9746-6298.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Ferrari anuncia lançamento de veículo totalmente elétrico para 2025

Na assembléia anual de acionistas da Ferrari, realizada na quinta-feira, 15, o presidente da empresa, John Elkann, disse que o primeiro carro totalmente elétrico...

Google Earth mostra imagens de 40 anos de destruição da Terra

Na última quinta-feira, o Google Earth ganhou uma nova função chamada Timelapse, que reúne 24 milhões de imagens obtidas via satélite entre 1984 e...

A lenda renasceu: as versões restauradas e exclusivas do Jaguar E-Type

Quando o Jaguar E-Type foi lançado, Enzo Ferrari sentenciou: “É o mais belo carro já criado”. Mais do que ninguém, o engenheiro italiano, conhecido...

Socorro, senhas!

Instagram, Facebook, Whats­App, bancos, livrarias virtuais, moda on-line, eletrodomésticos… O uso da internet se tornou exponencial. Dá pra comprar, vender, realizar transações financeiras, se...