21.1 C
Brasil
segunda-feira, maio 16, 2022
spot_img
InícioNotíciasA gerência da farmácia: a importância desse papel

A gerência da farmácia: a importância desse papel

Você pensa que os empreendedores devem estar sempre cuidado da gestão farmacêutica? Manoel Conde Neto, empresário e fundador da Farma Conde, considera que, apesar de muitos centralizarem essa ação, é preciso contar com as parcerias internas, principalmente em períodos de crescimento e desenvolvimento da loja.

 

Por isso, além de delegar as funções de setores da farmácia para garantir uma excelente execução, é necessário contar também, dentre os diversos colaboradores, com o braço direito do empreendedor farmacêutico que é o gerente, que dá suporte na loja e auxilia na administração dos negócios. Além do mais, por passar mais tempo no comércio do que o próprio empresário, esse profissional deve desenvolver também habilidades de gestão de pessoas, uma vez que a interação com os demais colaboradores é maior. 

 

Entendendo o papel da gerência de uma farmácia

 

No parecer do empresário Manoel Conde Neto, o gerente é o profissional que auxilia o empresário no planejamento dos negócios, mas que também toma decisões momentâneas durante a rotina, estando também atento às necessidades que o proprietário talvez não perceba, justamente por não estar em contato direto a todo momento.

 

O papel do gerenciamento é, portanto, pautado na obtenção de resultados através dos melhores usos dos recursos financeiros, humanos e tecnológicos da farmácia. Esse papel é fundamental para tomadas de decisões rápidas, agindo sobre os problemas que surgem ao decorrer do dia. O empresário Manoel Conde Neto acredita que trata-se de um líder que atua na ausência do proprietário e, por isso, deve ser responsável por tudo que acontece nos negócios. 

 

Escolhendo um gestor para a farmácia

 

Por ser alguém responsável por tudo em sua ausência, é fundamental que esse profissional atenda a alguns critérios, não é mesmo? No parecer do empresário Manoel Conde Neto, é fundamental que essa escolha leve pontos em consideração, como capacidade de liderança, conhecimentos administrativos, financeiros e do setor farmacêutico.

 

Por isso, é essencial priorizar que o gerente saiba o conceito de farmácia, pontos de venda, categoria de produtos, legislação e ética profissional, além de aspectos como controle de estoque, contábeis, tributários e trabalhistas. Sendo assim, tal como os demais funcionários que compõem a equipe, o gerente deve ser uma pessoa capacitada. 

 

Por isso, para administrar com eficiência e seguir com excelentes resultados de crescimento em seu empreendimento farmacêutico, o empresário Manoel Conde Neto entende que é essencial contar não somente com uma gerência eficaz, mas também com um time de colaboradores motivados e que impulsionam o sucesso de sua farmácia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias