21.9 C
Brasil
terça-feira, setembro 28, 2021
Início Corona Vírus Japão veta uso de 1,6 milhão de vacinas da Moderna após achar...

Japão veta uso de 1,6 milhão de vacinas da Moderna após achar ‘substâncias anormais’ em frascos

O Ministério da Saúde do Japão anunciou nesta quinta-feira, 26, que vai bloquear a aplicação de 1,6 milhão de doses da vacina da Moderna contra a Covid-19 de forma preventiva em cidadãos após encontrar “substâncias anormais” em alguns frascos produzidos na Espanha. A decisão, que atinge três lotes fabricados, foi tomada em conluio com a farmacêutica Takeda, responsável pela comercialização dos imunizantes no país, após algumas cidades detectarem anomalias em embalagens das vacinas. Até o momento, não há informação detalhada sobre quantos frascos apresentavam contaminação ou sobre quais riscos à saúde eram trazidos pelas vacinas com “anomalias” apontadas pela farmacêutica.

Em posicionamento, o governo japonês afirmou que nenhum efeito secundário relacionado aos lotes da vacina foram registrados até o momento e disse que o país se esforça para recuperar lotes que já foram distribuídos à população. Parte das 1,6 milhão de vacinas já teriam sido aplicadas. A Moderna informou que investiga os detalhes da contaminação. Uma das principais missões do governo no momento é fazer com que a suspensão não afete diretamente o ritmo de aplicações de doses no país, que ocorre de forma lenta se comparado a outras potências mundiais. Até o momento, 68,1 milhões de pessoas receberam pelo menos uma dose da vacina, o equivalente a 54,6% da população, e 54,1 milhões terminaram a imunização, o equivalente a 42,6% da população.

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Diva do Brás dá dicas para remover olheiras

Quem nunca passou pela situação de acordar e reparar numa coloração escura abaixo dos olhos acompanhado de um inchaço? Essas são as...

Saiba os benefícios da corrida de rua e comece agora mesmo

Correr faz bem para a mente e para o corpo, segundo o empresário Weber Micael da Silva, praticante do esporte há anos....

Restos mortais de vítimas do 11 de setembro são identificados após 20 anos

Por 20 anos, o consultório médico legista da cidade de Nova York conduziu discretamente a maior investigação de pessoas desaparecidas já realizada no país —...

‘Ajudei a redigir o documento pacificando as relações entre os Poderes’, diz Michel Temer

O esboço da carta à nação publicada nesta quinta-feira, 9, pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como uma forma de trégua entre os Poderes...