21.3 C
Brasil
domingo, novembro 28, 2021
spot_img
InícioBrasilEm resposta a Queiroga, Jean Gorinchteyn diz que SP não retém doses...

Em resposta a Queiroga, Jean Gorinchteyn diz que SP não retém doses da CoronaVac

Desembarcaram neste domingo, 15, dois milhões de doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 e mais dois milhões da CoronaVac prontas para aplicação. Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o país já tem 200 milhões de doses distribuídas. Por isso, ele anunciou que, a partir de setembro, a segunda dose da Pfizer será antecipada de 90 dias para 21 dias, para garantir maior velocidade na imunização da população. De acordo com ele, não é hora de definir a possibilidade de um reforço extra. “Precisamos avançar na segunda dose para chegar ao patamar mais elevado de vacinação”, afirmou, lembrando que quase sete milhões de pessoas estão com a segunda aplicação atrasada. Assim, o ministro fez um apelo para que todos procurem os postos de saúde.

Marcelo Queiroga também criticou alguns governos estaduais, principalmente o de São Paulo, que anda reclamando que recebeu menos doses do que era esperado. Segundo o ministro, aconteceu exatamente o contrário. “Entendo que apesar de ser um dever do Estado, há uma ação descabida de certa maneira e atuação de má fé do Executivo do Estado de São Paulo. Como ministro, tenho que assegurar a equidade na distribuição das vacinas e São Paulo retirou do Instituto Butantan doses a mais”, disse. O secretário da Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, rebateu as críticas do ministro. “Só no mês de agosto nós entregaremos para o ministério oito milhões de doses da vacina. Estamos no meio do mês de agosto com oito milhões de doses prontas. Isso tem um significado muito grande para entender o quanto São Paulo não fica, não retém vacinas. São Paulo distribui vacinas para todo o país”, finalizou.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias