27.2 C
Brasil
quinta-feira, janeiro 21, 2021
Início Mundo Nova Zelândia entra em 2021 sem restrições; veja celebrações pelo mundo

Nova Zelândia entra em 2021 sem restrições; veja celebrações pelo mundo

Exemplo na luta contra a pandemia do novo coronavírus, a Nova Zelândia entrou em 2021 com sua tradicional queima de fogos na torre do edifício SkyCity e luzes comemorativas na Ponte do Porto, ambos em Auckland, maior cidade do país na Oceania. Ao contrário de boa parte do mundo, por lá pessoas comemoraram nas ruas e sem máscaras de forma autorizada.

Outras nações do Sul do Pacífico foram os primeiros a saudar a chegada de 2021. A Austrália, ao contrário da vizinha Nova Zelândia, não liberou a presença do público na queima de fogos no Porto de Sydney, próximo à famosa casa de ópera da cidade. Cidades como Melbourne, porém, registraram aglomerações e pessoas nas ruas.

Queima de fogos no Porto de Sydney celebra Ano Novo, observado por poucas pessoas no Opera House por restrições da pandemiaBrook Mitchell/Getty Images
Queima de fotos em Taiwan celebra a chegada do Ano NovoGene Wang/Getty Images
Família em Manila, nas Filipinas, acompanham queimas de fogos na virada para 2021Ezra Acayan/Getty Images
Multidão celebra a chegada de 2021 em Wuhan, cidade chinesa que foi o primeiro epicentro da pandemia do novo coronavírus –Roman Pilipey/EFE
Jovens em Hong Kong comemoram a chegada do Ano NovoIsaac Lawrence/AFP
Multidão visita santuário Kanda Shrine, em Tóquio, para fazer orações na entrada do Ano NovoKazuhiro Nogi/AFP

Em Seul, na Coreia do Sul, o governo cancelou, pela primeira vez desde 1953, a tradicional festa de Réveillon na região de Jongno, que costumava receber em torno de 100.000 pessoas por ano. Restrições e pedidos de que as pessoas evitem aglomerações também pautaram a chegada do novo ano no Japão. Oficiais foram fotografados nas ruas de Tóquio com placas dizendo que a contagem regressiva para o Ano Novo nas ruas estava cancelada.

Policiais alertam em placas, em Tóquio, o cancelamento da festa de Ano Novo (31/12/2020)Yuichi Yamazaki/Getty Images
Ruas vazias na noite de Ano Novo em Seul, na Coreia do SulChung Sung-Jun/Getty Images

Cidades com tradicionais queimas de fogos nas festas de Ano Novo tiveram de se adaptar. O Arco do Triunfo, em Paris, não terá aglomerações, e a iluminada Las Vegas não soltará fogos. Já a festa na Times Square, em Nova York, será sem plateia, apenas transmitida pela TV e internet.

Polícia francesa cerca a avenida Champs-Élysées, próximo ao Arco do Triunfo, para evitar aglomerações na virada do ano –Stefano RELLANDINI/AFP
Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

A verdade apareceu (por André Gustavo Stumpf)

Por sorte e uma série de coincidências, andei como passageiro num Tesla X, aquele cujas portas abrem para cima, em Boston, nos Estados Unidos....

Cerimônia de posse de Biden começa com pedidos por união

No momento em que os primeiros flocos de neve começaram a cair em Washington, o presidente eleito, Joe Biden, e sua esposa, a professora...

Explosão destrói prédio e sacode o Centro de Madri

Uma forte explosão destruiu um prédio de sete andares no Centro de Madri nesta quarta-feira 20. De acordo com autoridades espanholas, a explosão aconteceu pouco...

Sem filhos e advogado, lista de perdões de Trump pode ter rapper Lil Wayne

A um dia de sair do cargo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgará nesta terça-feira, 19, uma onda final de indultos e...