22.6 C
Brasil
segunda-feira, janeiro 18, 2021
Início Brasil PM prende nutrólogo acusado de abusar sexualmente de pacientes em SP

PM prende nutrólogo acusado de abusar sexualmente de pacientes em SP

Acusado de abuso sexual por pelo menos 20 mulheres, o nutrólogo Abib Maldaun Neto foi preso nesta segunda-feira, 14, na Zona Sul de São Paulo. Com prisão preventiva decretada desde o dia 2 de dezembro, o ex-médico foi detido por policiais militares depois de um radar identificar a placa do carro. Antes de ter a prisão decretada, Maldaun Neto foi condenado em segunda instância pelo crime de violação sexual mediante fraude cometido em 2014. Depois disso, outras vítimas procuraram a Justiça, relatando terem sido abusadas no consultório do ex-médico, na capital paulista. A promotora Maria Fernanda Marques Maia, que acompanha a investigação, afirma que, das mais de 20 mulheres que procuraram o Ministério Público para fazer a denúncia, nem todas seguiram com o processo. “Eu cheguei a ouvir vítimas que não quiseram formalizar, elas não chegaram a constar nessa denúncia, não consta o nome, nem como testemunha porque elas tinham muito medo dele. Por tudo que eu ouvi eu tenho certeza da existência de mais vítimas, além dessa que já procurou e não consta nessa denúncia em razão do medo que elas demonstram.”

De acordo com as vítimas, os abusos foram cometidos entre 1997 e 2020; uma das mulheres relata ter sido violentada mais de dez vezes. Ao determinar a prisão, a Justiça destacou a gravidade do fato do nutrólogo já ter sido condenado pelo mesmo crime e, durante a tramitação do caso, continuar os atos com outras pacientes. O advogado Fernando Castelo Branco, que defendeu a primeira mulher a denunciar o crime e agora também representa as outras vítimas, acredita que a prisão de Maldaun Neto deve acelerar novas condenações. “Tecnicamente falando, um processo em que há réu preso é um processo que deve correr mais rápido pela condição efetivamente de réu preso ainda há formação de culpa, essa cula só será confirmada a decisão da sentença”, diz. Apesar das informações da polícia, a defesa de Maldaun Neto emitiu uma nota dizendo que o nutrólogo se entregou espontaneamente para as autoridades; no comunicado, ele também reafirma sua inocência. O Conselho Regional de Medicina de São Paulo cassou, em outubro, o registro profissional do ex-médico, em decisão unânime; a cassação, no entanto, ainda precisa ser submetida a uma segunda confirmação pelo Cremesp.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Na semana da posse de Joe Biden, o Parler aparentemente está de volta

A rede social mais controversa do momento parece estar retornando uma semana depois de ter sido banida do serviço de internet da Amazon e...

Líder da oposição na Rússia é preso ao retornar a Moscou

Aleksei Navalny é um ferrenho opositor do presidente Vladimir Putin. Em 2018, o governo impediu que ele se candidatasse às eleições presidenciais e, justamente...

Sob ameaça de prisão, Navalny volta à Rússia

  Um dos mais conhecidos opositores do presidente da Rússia, Vladimir Putin, o ativista Alexey Navalny retorna ao país natal neste domingo (17), sob ameaça...

“A violência ameaça a democracia”, diz filósofo Michael Sandel

A suspensão das contas de Trump no Twitter e no Facebook é um tipo de censura? Trump espalha a versão mentirosa de que a eleição...