25.1 C
Brasil
sexta-feira, dezembro 4, 2020
Início Entretenimento Helicóptero que levava Ricardo Boechat não passava por manutenção há mais de...

Helicóptero que levava Ricardo Boechat não passava por manutenção há mais de 3 anos

Ricardo Boechat

Ricardo Boechat
Helicóptero que causou o acidente que matou Ricardo Boechat estava irregular e não podia voar, conclui relatório (Imagem: Reprodução / Band)

A conclusão do relatório que investiga o acidente de helicóptero que matou Ricardo Boechat, em fevereiro do ano passado, apontou falta de manutenção como responsável para a queda da aeronave. O trágico episódio aconteceu na rodovia Anhanguera, em São Paulo. Além do jornalista, o piloto Ronaldo Quattrucci também faleceu no momento da queda.

A informação foi confirmada pelo repórter Valteno de Oliveira, da Band, nesta quinta-feira (29). O laudo final do Centro Nacional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira (FAB) mostrou que houve uma falha no compressor do helicóptero. A investigação também considerou que a postura do piloto foi determinante para o acidente.

O compressor é considerado um dos itens mais importantes para o funcionamento da turbina. O equipamento é responsável para pressurizar o ar para jogar na câmara, onde ocorre a queima de combustível.

O relatório do Cenipa apontou que o segundo rolamento do compressor falhou devido a quantidade excessiva de óleo presente no duto de distribuição que estava entupido no momento do voo. As condições acabaram contribuindo para uma falha do motor. 

A falta de manutenção demonstrou que a aeronave não passava por uma vistoria há mais de um ano. A recomendação era de que a troca de óleo fosse feita uma vez ao ano, mas a perícia indicou que a mesma não deveria ter sido feita há pelo menos 38 meses (3 anos e dois meses).

Em 2017, a propósito, o helicóptero chegou a ser proibido de voar. O exame atestou que o compressor estava vencido. A peça, então, foi trocada para que a aeronave fosse liberada para o voo. Entretanto, cerca de dois meses do resultado da vistoria, o mesmo compressor que teria sido rejeitado foi reacoplado no veículo e o piloto seguiu utilizando mesmo com todos os riscos.

O documento aponta negligência de Quattrucci, que teria ido a uma oficina, próxima a Campinas, no dia do acidente, após ver uma luz piscando no painel, que indica uma falha. O diagnóstico feito pelos mecânicos seria que o helicóptero deveria ser desmontado. 

Apesar disso, o piloto assumiu os riscos mais uma vez e voou até o evento de um grupo farmacêutico, em um hotel em Campinas, no qual Boechat estava presente. O ato foi considerado um procedimento arriscado.

O post Helicóptero que levava Ricardo Boechat não passava por manutenção há mais de 3 anos apareceu primeiro em RD1 → Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos.

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Polícia intima Bonner e Renata a depor após censura sobre esquema de ‘rachadinhas’

Os apresentadores do Jornal Nacional, da TV Globo, William Bonner e Renata Vasconcellos, foram intimados a depor à Polícia Civil do Rio de Janeiro...

Lexa compra carro pela 1ª vez após anos de carreira e revela o motivo

Cantora Lexa comprou um carro pela 1ª vez (Imagem: Reprodução / Globoplay) Nesta semana, a cantora Lexa surpreendeu os fãs ao mostrar o primeiro carro...

Mulher de Ferrugem perde 25 kg e surpreende ao mostrar o resultado

Thais Vasconcellos, esposa de Ferrugem, foi muito elogiada no Instagram (Imagem: Reprodução / Instagram) Thais Vasconcellos, esposa de Ferrugem, perdeu nada menos que 25 kg...

Isolado por coronavírus, Alok lamenta distância da filha recém-nascida

Alok desabafa sobre a filha (Imagem: Reprodução / Instagram) Esposa de Alok, Romana Novais deu à luz Raika, sua segunda filha com o DJ, na...