“É importante destacar, com grande respeito ao STF, que é uma instituição fundamental à democracia. Qualquer decisão tomada deve ser respeitada, embora possa sofrer críticas”, disse Sergio Moro, durante participação em evento em São Paulo

edit247 – O ex-juiz Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, disse nesta quinta-feira, 24, que qualquer decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a constitucionalidade da prisão após condenação em segunda instância deve ser respeitada.

Defensor da prisão em segunda instância, dispositivo com o qual determinou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva há mais de 500 dias, Moro alfinetou o STF dizendo que a soberania das decisões tomadas pela Corte não impede que ela seja alvo de críticas.

“É importante destacar, com grande respeito ao STF, que é uma instituição fundamental à democracia. Qualquer decisão tomada deve ser respeitada, embora possa sofrer críticas”, disse Sergio Moro, durante participação em painel do Brazil Summit, evento organizado pela revista britânica The Economist em São Paulo.

Em sua fala, ele fez uma defesa da prisão nessa etapa do processo e disse que a medida é importante não só para o enfrentamento da corrupção, mas também para assegurar o cumprimento da pena. “Quando você condiciona a execução da pena ao final do processo, é problemático por termos no Brasil um processo judicial extremamente lento, com possibilidade de muitos recursos”, afirmou.

Na terça-feira, 23, Moro fez uma visita à ministra do STF Rosa Weber, cujo voto era considerado decisivo no julgamento do STF sobre a segunda instância. Em seu voto, Rosa Weber foi contra Moro e defendeu a  prisão somente após o trânsito em  julgado do processo (leia mais no Brasil 247). 

Conheça a TV 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui