A polícia britânica prendeu um homem e uma mulher, ambos de 38 anos, suspeitos de terem relação com o caso dos 39 corpos de chineses encontrados em um caminhão em Essex.

Eles foram detidos pelas suspeitas de homicídio e de conspiração para o tráfico de pessoas.

Segundo o jornal The Gardian, os presos foram identificados como Joanna Maher, dona da cabine do caminhão, e Thomas Maher, seu marido, chefe de uma empresa de transporte de carga.

Eles disseram à imprensa britânica que venderam o caminhão no ano passado para uma empresa irlandesa, com sede próxima de onde mora Mo Robinson, motorista do caminhão, que já está preso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui