O escritor Paulo Coelho questionou nesta quinta-feira (24) o material recebido do autor do livro “Raul Seixas: Não Diga que a Canção Está Perdida”, Jotabê Medeiros, sobre suposto episódio em que Raul teria “entregue” Coelho ao Dops: “acho que o cara quer apenas vender a porra do livro”

edit247 – Um dia após fazer uma revelação bombástica no Twitter, dizendo que por 45 anos ficou quieto acreditando que levaria para o túmulo o segredo de que Raul Seixas poderia ter sido o seu delator no Dops, o escritor Paulo Coelho fez novo tuíte nesta quinta-feira (24), agora questionando a informação.

“Começo a ter sérias dúvidas dos documentos que o Jotabê Medeiros me enviou (…). Acho que o cara quer apenas vender a porra do livro”, escreveu.

No livro “Raul Seixas: Não Diga que a Canção Está Perdida”, que será lançado no dia 1º de novembro, o jornalista Jotabê Medeiros conta uma história do depoimento de Raul Seixas no Dops, que sugere que o cantor teria sido o delator de Paulo Coelho na Ditadura Militar. Ao comentar matéria da Folha de S.Paulo, que destaca suspeita de ter acontecido, o escritor afirmou no twitter: Fiquei quieto por 45 anos. Achei q levava segredo para o túmulo.

Mas hoje escreveu: “Vou deletar o tweet da FSP”.

Conheça a TV 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui