Uma mulher morreu após ser atingida pelo tronco de um eucalipto durante a chuva de granizo que atingiu Santa Rita do Sapucaí (MG) na tarde desta quinta-feira (24). De acordo com o Corpo de Bombeiros, ela estava às margens do Rio Sapucaí, na zona rural, quando a árvore caiu. Ainda conforme os bombeiros, a vítima teria se abrigado no local para esconder da chuva, mas acabou sendo atingida pela queda do eucalipto. O corpo foi levado para o hospital da cidade e depois para o Instituto Médico Legal (IML) de Pouso Alegre (MG).

A mulher foi identificada como Hilda Leandro de Jesus, de 46 anos. A suspeita de que ela estava grávida foi descartada. O sepultamento deve acontecer no final da tarde desta sexta-feira (25) no Cemitério Municipal de Santa Rita do Sapucaí.

De acordo com os moradores, a tempestade durou cerca de 30 minutos. A chuva de granizo derrubou a estrutura de um posto de combustíveis, além de destelhar casas e derrubar árvores. Uma parte de uma fábrica às margens da BR-459 também foi ao chão.

De acordo com a Polícia Militar também foram registrados acidentes na BR-459, que liga a cidade à Itajubá (MG) e Pouso Alegre (MG). O trecho da rodovia que se liga à BR-173 precisou ser interditado, mas já foi liberado.

O granizo também atingiu carros na cidade e chegou a quebrar os vidros de alguns veículos. Parte do teto da Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa também cedeu com a chuva. Os moradores também registraram casas e paisagens cobertas de gelo.

De acordo com a Prefeitura de Santa Rita do Sapucaí, o fornecimento de energia elétrica foi comprometido em cerca de 80% do município. Segundo a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), a área foi menor, com cerca de 5 mil pessoas afetadas.

O serviço foi reestabelecido durante a madrugada de sexta-feira (25) em quase toda a cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui