Quando perguntado sobre o seu time do coração, Gregore é taxativo: “Sou Bahia”. Identificado com o clube e muito querido pela torcida, o jogador de 25 anos, visto como um dos melhores volantes do Campeonato Brasileiro, tem um coração azul, vermelho e branco, mas que tem um tantinho de verde e amarelo. Vestir a camisa da Seleção Brasileira é um sonho para ele, que não escondeu o seu desejo em entrevista ao Bahia Notícias. “É um foco que tenho na minha carreira. Todo jogador quer chegar na seleção, mas quero viver o dia a dia. Eu quero ainda mais esse sonho. Se eu continuar evoluindo, vou conseguir”, declarou. Gregore não sonha sozinho. Em algumas entrevistas, o técnico Roger Machado já credenciou o marcador a uma convocação para a equipe nacional, citando que o jogador é um “ladrão de bolas”, “protetor da defesa”, “muito combativo” e que lidera as estatísticas de sua função. Com 61 desarmes em 19 partidas disputadas, Gregore é um dos pilares da atual fase do Bahia, que hoje briga por uma vaga na Copa Libertadores. Mas o bom momento não ilude o atleta, que crê que o time pode fazer ainda mais. “Hoje o nosso time toma poucos gols. Se a gente quer conquistar coisas grandes, tem que manter assim. Se a gente toma pouco gol, nosso ataque tem condição de fazer. No nosso grupo, quem está entrando, o nível segue o mesmo. É parabenizar o grupo, mas ainda temos muito o que fazer nesse ano”, indicou.

Hoje é comemorado em todo o mundo o Dia do Jipeiro. Não em função de um acontecimento marcante, mas apenas por conta da coincidência da data: 4 de abril, ou 4/4, em referência à tração nas quatro rodas. A homenagem já se tornou até lei em alguns estados brasileiros, a exemplo de São Paulo. Mas por qual razão o jipeiro, que não é santo ou profissão, merece ter um dia só para ele? O Boletim 4×4 vai tentar responder para você que tem curiosidade ou pretende ingressar nesse universo. 

Com o objetivo de combater a retirada ilegal de areia e o descarte irregular de lixo e entulho, a Prefeitura de Camaçari decidiu fechar o cerco para proteger as dunas de Jauá. A medida, no entanto, deixa em alerta também os adeptos do 4×4. O Boletim 4×4 explica como será a fiscalização e as medidas adotadas pelo município, que serão intensificadas a partir dessa semana. Entre essas medidas está o fechamento do acesso direto às dunas na Via Parque, após os condomínios particulares. “Nosso alvo são os caçambeiros que cometem crimes ambientais”, disse o subprefeito da Orla de Camaçari, Oswaldo Marcolino Filho.

Próximo de anunciar a Kappa como sua nova fornecedora esportiva, o Vitória vai lançar uma camisa oficial com um preço mais acessível. A ideia inicial é que a vestimenta custe R$ 100, segundo apuração da Coluna de Chapa, do Bahia Notícias.  Na negociação com a Kappa, Ricardo David, presidente do clube, pediu a inclusão da “linha popular”.

A Unirb (Faculdade Regional da Bahia) se filiou a Federação Bahiana de Futebol (FBF) e é a mais nova agremiação esportiva do estado. A Coluna De Chapa, do Bahia Notícias, apurou que a entidade pretende disputar a Série B do Campeonato Baiano já em 2019. Além disso, o clube irá montar categorias de divisões de base. A sede da equipe será em Mata de São João.

por Gabriel Rios

Sucesso em 2018, o “Eu Vivo Futebol” chega a sua segunda edição neste ano, novamente em Salvador. Um dos organizadores, o técnico Vagner Mancini, que atualmente dirige o time do Atlético-MG, comentou a importância da realização do evento na capital baiana, que acontece no dia 2 de novembro, das 8h às 18h, no Hangar Novotel. 

 

“O evento é muito importante, pois além de se debater e estudar sobre futebol, não estamos falando no evento somente pelo que acontece dentro de campo, mas também por coisas que o torcedor não vê, como a gestão do clube, o VAR, o futebol feminino, também sobre parte tática, estratégias de jogo. Então é importante fazer um evento que atenda todos aqueles que são amantes do futebol. O Nordeste ainda é um pouco carente desses eventos, por isso a gente repete este ano, e torcemos que seja itinerante, que possa abraçar outras cidades do Nordeste, para que a cada ano a gente possa fomentar mais ainda o projeto futebol”, disse Mancini em entrevista ao Bahia Notícias. 

 

Entre os os nomes confirmados no evento, o ex-árbitro e atual comentarista de arbitragem da Rede Globo, Sandro Meira Ricci irá palestrar sobre a utilização do árbitro de vídeo no futebol brasileiro: “É importante que tenha alguém do peso do Sandro, que foi árbitro Fifa e foi para Mundiais. Talvez o VAR tenha sido a grande revolução do futebol nas últimas décadas. Ele chegou de uma forma muito agressiva, acho importante a tecnologia fazer parte do futebol, mas não se pode tirar do árbitro de campo a decisão. Ninguém quer que o jogo seja interrompido, ainda mais quando você vê que ainda existem erros, e vão continuar existindo. Nesse quesito, a vinda do Sandro será muito importante, pois ele poderá desmitificar algumas coisas, explicar melhor esse processo que os árbitros ainda estão se acostumando com o uso da tecnologia”, destacou Mancini. 

 

Além do VAR, o encontro servirá para discutir vários temas como Futebol Feminino, Gestão em Alto Nível, táticas e modelos de jogo, Comunicação no Futebol e os desafios do esporte. Vagner Mancini aproveitou para destacar o crescimento do futebol feminino no cenário nacional e salientou que a modalidade precisa de mais apoio para dar resultado. 

 

“Tive a oportunidade de estar em aeroportos durante alguns jogos da Copa do Mundo de futebol feminino, e via o povo se mobilizando. A seleção brasileira chegou com certa dificuldade e foi passando de fase, e isso mobilizou a população de uma forma muito mais forte do que víamos antigamente. Diferente de alguns países, que se tem uma legislação que ajude, como nos Estados Unidos, que nas escolas há a obrigatoriedade do futebol feminino e isso acaba alavancando. Outro exemplo, no Canadá a lei pede que pelo menos dois atletas sejam femininos. No Brasil falta legislação, apoio e patrocínios para o futebol feminino dá resultado, mas acho que é um início. Já está sendo mais discutido, e dentro do ‘Eu Vivo Futebol’ queremos isso, que é debater esses assuntos, fomentar a discussão. É um início, mas que tem tudo para dar certo, para que a mulher tenha o espaço necessário dentro do esporte”, afirmou o ex-treinador do Vitória. 

 

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, também estará presente no evento. O gestor tem feito muito sucesso a frente do Esquadrão de Aço, como destacou Mancini: “No ano passado, tornamos o evento nacional, para mostrar ao nordestino tudo que acontece no Brasil, mas o case Bahia foi o que chamou mais atenção. O Bahia vive um momento administrativo muito interessante, ele vem chamando atenção de todos estados do Brasil, então é importante dar espaço e mostrar o que está acontecendo em Salvador. O Bahia é uma amostra do que pode acontecer com todas as equipes do Nordeste. Ele vive um momento satisfatório, o torcedor volta a ter orgulho de seu time, e é exatamente isso que queremos no futebol. Independente da camisa que vista é importante exaltar o que está dando certo. A administração do Bellintani vem dando certo, elaborando campanhas e campanhas e isso tem que ser mostrado”. 

 

Além de Ricci e Bellintani, o gerente de futebol do Palmeiras, Cícero Souza, e a coordenadora da Ferroviária, Ana Lorena Marche, também foram confirmados como palestrantes do evento. De acordo com a organização, mais nomes serão anunciados nos próximos dias. 

 

As inscrições já podem ser realizadas através do site do evento (clique aqui) ou na plataforma Sympla. O primeiro lote tem valor promocional de R$200 + taxa. Em 2019, o Eu Vivo Futebol fornecerá certificado aos participantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui