Delegado Waldir: deputado é uma das peças-chave na disputa entre PSL e Bolsonaro na Câmara (Zeca Ribeiro/Agência Câmara)

Delegado Waldir enxerga ?indícios de novas condutas criminosas? no áudio divulgado de Fabrício Queiroz.

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro aparece negociando cargos no Congresso Nacional. ?Acho que em nenhum momento a rachadinha parou, e a decisão do Supremo Tribunal Federal previamente acordada foi equivocada?, diz, se referindo à suspensão da investigação do caso Queiroz imposta pelo STF. ?(O áudio) mostra que Queiroz continua operacionalizando, mostra indícios de novas condutas criminosas no Senado. Uma das propostas do nosso governo era o combate à corrupção. Ao fingir que a corrupção não ocorre, é visível que ele (Bolsonaro) se afastou das propostas de campanha, e nossa ala (do PSL) não aceita isso, ao contrário da ala bolsonarista?.

Informação de Natália Portinari no Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui