Vice-presidente nega conflito com Bolsonaro e afirma que presidente assumiu protagonismo da comunicação no governo

Em entrevista publicada ao Estado, o vice-presidente Hamilton Mourão interrompeu o silêncio dos últimos dias e disse que o presidente Jair Bolsonaro decidiu “tratar pessoalmente” da comunicação.

Alvejado pela ala ideológica do governo, que o acusou de tentar ofuscar o presidente, Mourão deixou de dar entrevistas diárias sobre os diversos assuntos da República. “Eu não estou calado. Eu estou apenas cuidando do meu quadrado. O presidente está falando porque tomou para si a comunicação, assumiu o protagonismo.”

Sobre o fato de Bolsonaro soltar o verbo, Mourão fala: “reclamavam que ele não falava, que fugia da imprensa. Agora que ele está falando, o pessoal reclama também? Ele tem procurado a imprensa. Ele tem expressado a opinião dele sobre diferentes assuntos e está cuidando pessoalmente da comunicação. É uma estratégia que ele traçou.”

Já a forma como o presidente fala, o general não acha exagero e explica que é da natureza de Bolsonaro. “O presidente é um cara simples e direto. Não adianta esperar que ele vá tecer comparações pensando em grandes mestres da filosofia. Não. Ele não vai fazer isso. Ele vai se expressar com a linguagem dele, usando sujeito, verbo e predicado. Podem não ser as melhores palavras, mas é o jeito dele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui